O tempo conturbado da 1ª República

Timeline created by elsacosta
In History
  • Ano de 1914

    União Operária Nacional
    Partida de destacamentos para Angola e Moçambique, colónias atacadas pelos alemães
  • Revolta contra o governo de Pimenta de Castro

    Revolta fomentada pelo PRP de Afonso Costa e pelo campo republicano "radical"contra o que designavam a "ditadura" de Pimenta de Castro nomeado Presidente do Ministério em 25/01/1915 pelo Presidente Manuel de Arriaga.
  • Declaração de Guerra a Portugal pela Alemanha

  • Golpe Militar de Sidónio Pais

    Aparições de Fátima
    Greves, motins e assaltos a lojas e armazéns
    Golpe de Sidónio Pais: a conspiração nasce dos meios unionistas, apresentando um largo espetro de apoio que vai da União Operária Nacional à direita monárquica. Une-os a oposição generalizada à política de intervenção na Grande Guerra, o protesto contra os seus desastrosos efeitos económicos e sociais, rejeição da governação de Afonso Costa.
  • O assassínio de Sidónio Pais

    O assassínio de Sidónio Pais
    Sidónio não fora capaz de de manter o essencial da sua política - "República Nova". Em novembro tem lugar uma greve geral; os partidos de direita republicana rompem com o novo regime; no norte, os monárquicos conspiram. Na estação do Rossio é assassinado. Nessa madrugada, repõe-se a Constituição de 1911 para se nomear o Presidente do Ministério e convocar o Congresso para eleger um novo Presidente da República - Canto e Castro.
    Derrota de La Lys
    Tifo e gripe infecciosa - pneumónica.
  • Monarquia do Norte

    Monarquia do Norte
    Monarquia do Norte - Guerra civil
    Publicação do jornal, "A Batalha" (ligada ao narco-sindicalismo)
    A União Operária Nacional passa a Confederação Geral dos Trabalhadores)
    1º Congresso das Associações Patronais
    Publicação dos jornais "Avante e Bandeira Vermelha"
    Greve geral nacional
  • Vaga generalizada de greves e atentados bombistas

  • Assassinato do líder da Confederação Patronal, recém-criada

  • A "Noite Sangrenta"

    A "Noite Sangrenta"
    Na madrugada, grupos de civis armados e polícias tomam posições. O governo de António Granjo apresenta a sua demissão mas António José de Almeida recusa ceder aos revoltosos: a "camioneta fantasma" busca uma série de personalidades para morrer às mãos de civis, marinheiros e guardas-republicanos (radicalismo radical). Será o exemplo negativo da "balbúrdia republicana" invocada pelo salazarismo contra a oposição democrática.
  • Criação da Legião Vermelha

    Organização terrorista dedicada ao bombismo e aos assaltos
  • Greve geral e intentonas revolucionárias

  • O Ensaio Geral

    Intentona conservadora: a direita política e conservadora lança o ensaio geral do golpe de 28 de maio de 1926.
    Burla de Alves dos Reis
  • Golpe militar de 28 de maio

    Golpe militar de 28 de maio
    Uma marcha militar de unidades oriundas de todo o país sobre Lisboa para as direitas conservadoras tomarem o poder. Segue-se o encerramento do parlamento, a censura prévia à imprensa. Os poderes transmitem-se para Gomes da Costa que desencadeia as primeiras perseguições e deportações de líderes da esquerda republicana. è intimado por generais e coronéis, preso e deportado para os Açores. Carmona é empossado como chefe de governo. Começava a Ditadura Militar