Quinhentismo (Literatura colonial)

Timeline created by yakov777
  • 1415

    Contexto

    Contexto
    Grandes navegadores e conquistadores portugueses. As navegações portuguesas começaram no século XV com a conquista de Ceuta e se estenderam por todo século XVI. Esse empreendimento foi responsável pelo redesenho do mapa do mundo conhecido até o momento. Para os portugueses, todo esse processo culminou na chegada da expedição de Pedro Álvares Cabral ao Brasil, em 1500.
  • 1500

    O que é Quinhentismo?

    O que é Quinhentismo?
    Início de nossa historiografia literária, não início.
    Faz alusão ao início da colonização do Brasil, que marca o primeiro contato do Europeu com nossa terra. A carta de Pero Vaz de caminha é considerada o primeiro registro literário.
  • 1500

    Carta de Pero Vaz de Caminha

    Carta de Pero Vaz de Caminha
    A Carta de Caminha inaugura o que se convencionou chamar de Literatura Informativa sobre o Brasil. Este tipo de literatura, também conhecido como literatura dos viajantes ou literatura dos cronistas, como consequência das Grandes Navegações, empenha-se em fazer um levantamento da “terra nova”, de sua floresta e fauna, de seus habitantes e costumes, que se apresentaram muito diferentes dos europeus. "A carta" de Pero Vaz de Caminha ficou guardada nos arquivos da Torre de Tombo até o século XIX
  • 1503

    Trecho de literatura de informação

    Trecho de literatura de informação
    “Andavam na praia, quando saímos, oito ou dez deles; e daí a pouco começaram a vir mais. E parece-me
    que viriam, este dia, à praia, quatrocentos ou quatrocentos e cinquenta. Alguns deles traziam arcos
    e flechas, que todos trocaram por carapuças ou por qualquer coisa que lhes davam. O texto acima mostra a perspectiva do europeu sobre o índio com um texto descritivo, A linguagem informativa era descritiva, objetiva e histórica.
  • 1505

    Por que esse período é importante?

    Por que esse período é importante?
    Por caracterizar um cenário rudimentar e nativo para futuras manifestações escritas, como o Romantismo, por exemplo. Os românticos resgatam as historiografias quinhentistas em busca de uma identificação nacional, encontrada na forte representação da natureza presente nos relatos.
  • 1510

    Literatura informativa

    Literatura informativa
    Relatos de viagens; (veiculação das crenças e mitos);
    Interesses mercantis (ouro, prata, mercadorias;
    Belezas naturais (uso de figuras de linguagem: metáfora, comparação e hipérbole)
    Choque cultural (Anulação da existência indígena)
    Como o índio era visto? De forma exótica.
  • 1520

    Produção Literária informativa

    Produção Literária informativa
    Textos, cartas produzidos pelos navegadores - A literatura de informação, que são relatos descritivos do primeiro impacto dos colonizadores sobre o território do Brasil, enviados para Portugal. Produções sobre o Brasil, sem marcas de identidade nacional, mas sim um olhar do colonizador sobre a terra. O maior representante foi Pero Vaz de Caminha
  • 1549

    Literatura jesuítica

    Literatura jesuítica
    Processo de colonização e catequisação dos índios nativos por parte de jesuítas portugueses, que chegaram ao Brasil em 1549.
    Caracteriza-se por uma literatura didática e religiosa com uma linguagem simples e também musical para facilitar a compreensão do índio mas também com poemas,canções e sermos, para ‘‘educar’’ o nativo para a cultura europeia (línguas, costumes, rituais, religião)
    O principais representantes da literatura Jesuíta eram José de Anchieta, Manuel da Nóbrega e Fernão Cardim.
  • 1553

    José de Anchieta

    José de Anchieta
    José de Anchieta fazia parte da Companhia de Jesus, veio ao Brasil aos 19 anos para catequizar a população das primeiras cidades brasileiras e, como instrumento de trabalho, escreveu manuais, poemas e peças teatrais. Obedecendo ao conselho dos médicos da época, Anchieta veio para o Brasil acompanhando a esquadra que trouxe o governador-geral Duarte da Costa, em 1553. Já no primeiro ano instalado, participou da fundação do primeiro colégio de São Paulo de Piratininga.
  • 1554

    As primeira cidades do Brasil

    As primeira cidades do Brasil
    Em 25 de janeiro de 1554 - Jesuítas fundam o colégio que deu origem à cidade de São Paulo. Outras cidades foram construídas por meio da influência dos Jesuítas. As oito primeiras cidades brasileiras foram: Salvador (1549), São Sebastião do Rio de Janeiro (1565), Paraíba (1585), São Cristóvão (1590, em Sergipe), Natal (1599), São Luís (1612), Belém (entre 1616 e 1628) e Recife (1630).
  • 1560

    Auto de São Lourenço

    Auto de São Lourenço
    Dos vícios já desligados
    nos pajés não crendo mais,
    nem suas danças rituais,
    nem seus mágicos cuidados. Os meninos índios representam o processo de aculturação em sua concretude mais visível, como produto final de todo um empreendimento do qual participaram com igual empenho a Coroa Portuguesa e a Companhia de Jesus.
  • Aula de Literatura

    Aula de Literatura
    Contexto e características do Quinhentismo. O Reino dos céus é como um tesouro escondido num campo. Certo homem, tendo-o encontrado, escondeu-o de novo e, então, cheio de alegria, foi, vendeu tudo o que tinha e comprou aquele campo. Mateus 13:44